sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O baixo nível da revista Sábado

Quem compra a revista Sábado e a lê com dois dedos de testa, já se deu conta de que essa revista está a querer conquistar mercado de leitores à TV Guia e à revista Maria. Os temas de capa oscilam, "grosso modo", entre quatro categorias: sexo, Igreja Católica (normalmente nos sub-temas Opus Dei, evangelhos secretos, revelação de segredos que a Igreja ocultou, códigos secretos, negócios ocultos, etc.), destinos de férias ou restaurantes, e finalmente, sexo (que inclui a sub-categoria "vida sexual dos padres e das freiras". Este tipo de literatura faz lembrar os bons velhos tempos panfletários da Primeira República e dos "papa-padres". Hoje em dia, os "media" são o pelourinho ideal para supliciar a Igreja Católica ao abrigo do último preconceito que a nossa sociedade tolera: o anticatolicismo. O Opus Dei, nos nossos tempos, cumpre a função outrora a cargo da Companhia de Jesus: ser o alvo das teorias da conspiração e de todo o tipo de traulitadas anticatólicas. O comunicado de imprensa emitido hoje pelo Opus Dei em Portugal é um documento muito educado, civilizado, e de uma elevação tal que chega a chocar quando contrastado com a falta de seriedade e o populismo rasca da revista Sábado.

2 comentários:

Nuno CB disse...

Excelente comparação essa com a Companhia de Jesus.

É impressionante que esse é apenas um dos muitos pontos em que estas duas instituições da Igreja Católica se tocam. Se formos ver os frutos, tanto a nível científico e académico, como a nível espiritual (o zelo que os move), como a nível de reforma da mentalidade na Igreja, são muito parecidas!

Rezemos por ambas!
Nuno CB

Anonimo disse...

“e finalmente, sexo (que inclui a sub-categoria "vida sexual dos padres e das freiras"

Finalmente em algum coisa se há de acertar. Os motivos são tantos nemtudo é pedofilia.

Rezemos então e muiiiito.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/
nacional/portugal/
padre-extorquido-por-prostitutas-ja-nao-da-missa

“Padre extorquido por prostitutas já não dá missa
A pequena localidade de Vila Nova de Anha, em Viana do Castelo, conheceu ontem o padre Alfredo de Sousa, de 44 anos, que exercia como reitor do seminário diocesano e substituiu Alípio Lima – o pároco que durante cinco meses foi chantageado e extorquido por pelo menos uma prostituta.

Recorde-se que o pároco Alípio Lima apresentou uma queixa na GNR no final do ano passado. Às autoridades relatou o pesadelo que viveu durante cinco meses – uma conhecida da prostituta com quem mantinha relações sexuais ameaçou revelar fotografias comprometedoras se não recebesse dinheiro. “