quarta-feira, 23 de março de 2011

Debate "Ciência e Cristianismo"


É já na próxima sexta-feira, dia 25 de Março, o meu debate com o Ricardo Silvestre, do Portal Ateu. Vai começar às 21h, e será no bar Oh Laurindinha!, gerido pelo Helder Sanches, também do Portal Ateu.

5 comentários:

Mats disse...

O nome do debate já está a jogar contra os cristãos uma vez que contrapõe algo que não está em causa (a validade da ciência) com o Cristianismo.

Parece indicar que o Ricardo está do lado da "ciência" e o Bernardo do lado do Cristianismo. Isto está 50% correcto.


Já agora, onde fica o "Oh Laurindinha? Emm que parte de Lisboa, digo.

João disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Espectadores disse...

Mats,

Se o título fosse "Ciência ou cristianismo", eu não aceitaria tal título. Mas é "Ciência e cristianismo", pelo que não acho que o título contraponha cristianismo contra ciência.
E se isso estiver na cabeça de alguém que queira ir ouvir o debate, será sol de pouca dura. Darei uma saraivada de ciência e filosofia (mais ciência que filosofia), que tal confusão não surgirá.

O bar fica nesta morada:
Rua Angelina Vidal, 22 Loja, 1170-019 Lisboa

Tens aqui a página Facebook do bar:
http://www.facebook.com/event.php?eid=204212572939853&index=1

Um abraço

Zeca Portuga disse...

O Selvagem, digo, o Silvestre, vai na qualidade de ateísta e não de cientista, coisa que ele não é.

O ateísmo não tem absolutamente nada a ver com ciência.
Pelo que, ao defender a ciência terá que por imediatamente de lado o ateísmo sob pena de estar a ser imbecil ou cómico.
Ou vão discutir posições ideológicas ou vão discutir ciência. As duas coisas é que não faz sentido.

A menos que queiram colar a religião ateísta adoradora da ciência, o que não é verdade, por exemplo na Albânia ou na China, onde mais de 80% dos ateístas são analfabetos.

Espectadores disse...

Caro Zeca Portuga,

«O Selvagem, digo, o Silvestre, vai na qualidade de ateísta e não de cientista, coisa que ele não é.»

Eu também não sou cientista.

«O ateísmo não tem absolutamente nada a ver com ciência.»

O ateísmo é uma filosofia, por isso, terá tanto a ver com ciência quanto o teísmo, que também é uma filosofia.

Se calhar, o que pretende dizer é que o teísmo é mais compatível com a ciência do que o ateísmo. Eu até concordo, mas é arriscado dizer que o ateísmo não tem nada a ver com ciência. Realmente, sendo uma corrente filosófica, não é ciência. Mas então também se diz o mesmo do teísmo...

«Pelo que, ao defender a ciência terá que por imediatamente de lado o ateísmo sob pena de estar a ser imbecil ou cómico.»

Penso que percebeu mal o tema do debate (que foi concertado comigo). O debate centrou-se no confronto entre o teísmo e o ateísmo perante os dados do conhecimento científico, nomeadamente, à luz da Ciência, como fica a existência de Deus.

«Ou vão discutir posições ideológicas ou vão discutir ciência. As duas coisas é que não faz sentido.»

É evidente que faz sentido discutir, filosoficamente, a existência ou inexistência de Deus, com base nos dados científicos (que ambos, eu e o Ricardo, partilhamos).

Pelo seu critério, seria impossível (ou proibido) discutir teses filosóficas com recurso a dados científicos.

Cumprimentos